SAEP fecha CCT do ENSINO SUPERIOR com avanços, entende a presidente do sindicato.

Brasília-DF, terça-feira, 6 de dezembro de 2022


Brasília, terça-feira, 26 de julho de 2022 - 10:46

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2022/2023

SAEP fecha CCT do ENSINO SUPERIOR com avanços, entende a presidente do sindicato.

Foto: Izac Oliveira

Em 1º de maio de 2022, os estabelecimentos de ensino superior reajustaram os salários dos auxiliares de administração escolar em 7,24%, para todas as faixas de vencimentos, tomando-se por base o salário pago em 30 de abril de 2022.Com parte da reposição das perdas, veja os impactos do reajuste sobre os benefícios sociais da categoria.

Auxílio alimentação

Este mesmo percentual foi aplicado sobre valor vigente do auxílio alimentação, não podendo ser, a partir de 1º de maio de 2022, inferior a R$ 30,02.

Compensação do banco de horas

As horas em débito contraídas no período de 17 de março a 31 de dezembro de 2020 sofrerão redução de 20% para o trabalhador e trabalhadora que não haviam compensado até 30 de abril; ou seja, para cada 100 horas contraídas neste período e que ainda estiver devendo, haverá a redução de 20 horas, ficando o débito em 80 horas.

Piso salarial

Todas as cláusulas econômicas tiveram reajuste linear de 7,24%. Desse modo, o menor salário da categoria para este ano passou de R$ 1.281 para R$ 1.374.

Vale-transporte

As instituições abrangidas pela convenção coletiva poderão adotar o pagamento do vale-transporte em dinheiro.
Isso, desde que seja em comum acordo entre a empresa e o trabalhador. Assim, o pagamento em dinheiro poderá ser feito até abril de 2023, conforme Cláusula 36 da convenção coletiva.

Bolsa de estudo

A partir de 1º de maio, os beneficiários de bolsa de estudo terão esse benefício ampliado quanto ao número de matérias reprovadas para fins de perda do benefício, na integralidade.

Desse modo, passa de 4 para 6 disciplinas reprovadas para perder o benefício integral.

Processo negocial

Foram 5 reuniões antes antes de fechar o acordo. A presidente do Sindicato, Maria de Jesus avaliou que o acordo ficou razoável diante da realidade brasileira.

Em nenhum estado do País, até o presente momento, as convenções celebradas obtiveram a reposição integral da inflação. Aqui no DF, conquistamos o mesmo índice aplicado para os professores.

Destaque-se em todo esse processo a participação, muito relevante, do advogado trabalhista e consultor jurídico da Contee (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino), Geraldo Santana, reconhece a presidente do SAEP.

“Chamo à atenção para a contribuição inestimável do companheiro Santana no processo negocial”, destacou Maria de Jesus. “Sem ele, nossa negociação teria sido mais difícil”.

 “Agradeço também à Contee, na pessoa do coordenador-geral Gilson Reis, pois a Confederação criou as condições para que Santana pudesse vir à Brasília nos ajudar nesse processo negocial”, lembrou a presidente.

 Estruturar o SAEP

“Com essa negociação esperamos iniciar a reestruturação política e financeira da entidade”, destacou Maria de Jesus.

Para ela, a partir do acordo fechado, e com a contribuição da taxa de negociação que vai ter a participação da base das trabalhadoras e trabalhadores do ensino superior “organizaremos o Sindicato”, aponta a presidente com otimismo.

Eleições 2022

“Refiro-me”, destacou a presidente, “à campanha eleitoral”, pontificou a dirigente do SAEP. “Precisamos derrotar Bolsonaro, que é a causa de nossas imensas dificuldades: carestia, inflação incontrolável e desemprego”, criticou.

“Esperamos que a categoria compreenda isso para que possamos evoluir social e economicamente falando”, completou a dirigente.









Últimas notícias

Notícias relacionadas



REDES SOCIAIS
Facebook Instagram

Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar em Estabelecimentos Particulares de Ensino no Distrito Federal

Ed. Venâncio IV, Sala 403, 4° andar - Setor de Diversões Sul - CONIC
Brasília/DF - CEP: 70300-000
Telefone: (61) 3034-8685
recp.saepdf@gmail.com