PNE completa dois anos com desafios para alcance das metas

Brasília-DF, quarta-feira, 17 de julho de 2024


Brasília, sexta-feira, 17 de junho de 2016 - 11:28

EDUCAÇÃO

PNE completa dois anos com desafios para alcance das metas


Fonte: CNTE

Parlamentares e representantes da classe debateram temas da pasta educacional

Ocorreu na quarta-feira (15), na Câmara dos Deputados, em Brasília, o Seminário Nacional "Dois Anos de Implantação do Plano Nacional de Educação (PNE)", com a participação do presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Leão.

Com a palestra que teve como tema "O PNE e a valorização dos profissionais da Educação", Leão destacou que o Plano Nacional de Educação aporta o tripé da formação inicial e continuada, do piso salarial e da carreira dos profissionais da educação (professores, especialistas e funcionários), de forma indissociável, tal como defende a CNTE. "Portanto, dada a legitimidade e o apoio social aos princípios da valorização profissional na Lei 13.005, a Confederação e seus sindicatos lutarão pela irrestrita implementação das metas do Plano, nos prazos pré-estabelecidos", disse.

Para o deputado federal do PT/SC e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Implementação do PNE, Pedro Uczai, a síntese do Seminário é a luta estratégica para valorizar os professores, ampliar o investimento para 10% do PIB, manter as reservas do Pré-Sal para financiar a educação, definir o custo-aluno-qualidade e construir uma base curricular mínima para todo o país.

A senadora Fátima Bezerra (PT/RN) enfatizou que o Plano precisa avançar na implementação da meta 17. "A meta diz que é necessário valorizar os profissionais do magistério das redes públicas da educação básica, a fim de equiparar o rendimento médio dos demais profissionais com escolaridade equivalente, até o final do 6º ano da vigência do PNE, já se passaram portanto dois anos e a meta ainda não foi cumprida".

O presidente da CNTE destacou ainda as mobilizações da instituição, em defesa da democracia, do Plano Nacional da Educação (PNE) e da valorização profissional. O primeiro ato ocorrerá no dia 29 de junho, em frente ao Ministério da Educação e o segundo, a "Marcha dos Servidores Públicos em Brasília", acontece no dia 12 de julho.

O PNE é um documento com diretrizes para políticas públicas de educação para o período de 2011 a 2020. O projeto original saiu dos debates ocorridos na Conferência Nacional de Educação (Conae), em 2010. O Plano propõe 10 diretrizes e 20 metas, que tratam do acesso à Educação Básica e do Ensino Técnico e Superior de qualidade, formação e plano de carreira para os docentes, e gestão e financiamento da educação no país.

Estavam presentes no Seminário, o presidente da Câmara dos Deputados, deputado Waldir Maranhão e representantes da Associação Nacional de Pesquisa em Financiamento da Educação (FINEDUCA), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da União Nacional dos Estudantes (UNE), entre outros.

A Secretária Executiva, Claudir Mata Magalhães e a Secretária de Combate ao Racismo, Iêda Leal, ambas da CNTE, também estiveram no evento.









Últimas notícias

Notícias relacionadas



REDES SOCIAIS
Facebook Instagram

Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar em Estabelecimentos Particulares de Ensino no Distrito Federal

SCS Quadra 1, Bloco K, Edifício Denasa, Sala 1304,
Brasília-DF, CEP 71398-900 Telefone (61) 3034-8685
recp.saepdf@gmail.com