Assembleias em SP votam estado de greve, respeitam proposta do TRT e encostam patronal na parede

Brasília-DF, terça-feira, 6 de dezembro de 2022


Brasília, quinta-feira, 1 de setembro de 2022 - 18:47      |      Atualizado em: 15 de setembro de 2022 - 7:6

ESTADO DE SÃO PAULO

Assembleias em SP votam estado de greve, respeitam proposta do TRT e encostam patronal na parede


Fonte: https://contee.org.br/assembleias-em-sp-votam-estado-de-greve-respeitam-proposta-do-trt-e-encostam-patronal-na-parede/

A proposta do Juiz Coutinho Filho: em busca de acordo, com indicativo de reajuste para orientar eventual julgamento do dissídio de greve iniciado pela Fepesp e sindicatos integrantes

Professoras, professores e pessoal administrativo do ensino superior privado do estado de São Paulo realizaram  assembleias ontem (31) e decidiram por ampla maioria aceitar a proposta do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) de suspender temporariamente a greve marcada para o dia 5, desde que as mantenedoras apresentem um acordo satisfatório com os sindicatos integrantes e a Fepesp.

A decisão foi a mesma nas assembleias realizadas de forma simultânea em todo o estado. Estado de greve quer dizer que os trabalhadores e trabalhadoras se mantêm alertas e mobilizados. E que seguem exigindo acordo justo, com reposição da defasagem provocada nos salários pela inflação, e discussão das novas condições de trabalho geradas pela expansão desenfreada do ensino remoto.

A categoria também defende a data base de 1º de março e todas as cláusulas já conquistadas em convenção coletiva de trabalho em campanhas salariais anteriores.

Histórico do dissídio de greve

Em audiência de conciliação de greve promovida pelo TRT na sexta-feira (26), o juiz Gabriel Lopes Coutinho Filho propôs o que chamou de uma ‘cláusula de paz’, com a suspensão temporária da greve. O juiz ainda marcou o dia 15 de setembro para a volta ao Tribunal. Não havendo acordo aprovado por assembleias, o dissídio pode ir a julgamento.

A proposta do Juiz Coutinho Filho: em busca de acordo, com indicativo de reajuste para orientar eventual julgamento do dissídio de greve iniciado pela Fepesp e sindicatos integrantes

As assembleias acataram a proposta e votaram a manutenção do estado de greve.

Dois encontros com o patronal foram marcados para os dias 6 e 12 de setembro. Qualquer proposta que surgir nesses encontros será submetida à apreciação de nova assembleia de docentes e pessoal administrativo.

Com informações da Fepesp









Últimas notícias

Notícias relacionadas

28/7 - 9:0 | FORTALECER O SINDICATO é ESSENCIAL PARA CATEGORIA
Oposição à taxa negocial enfraquece o Sindicato; vamos fortalece-lo

24/5 - 13:26 | ENSINO SUPERIOR CCT 2022-2023
Assembleia Geral Extraordinária SAEP-DF

6/5 - 9:28 | NEGOCIAÇÃO SALARIAL 2022/2023
EDUCAÇÃO SUPERIOR: 2ª Rodada de Negociação Salarial.

29/4 - 6:58 | NEGOCIAÇÃO SALARIAL 2022/2023
EDUCAÇÃO SUPERIOR: 1ª Rodada de Negociação Salarial.

6/9 - 10:44 | 📢 NEGOCIAÇÃO SALARIAL 2021/2022
EDUCAÇÃO SUPERIOR.



REDES SOCIAIS
Facebook Instagram

Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar em Estabelecimentos Particulares de Ensino no Distrito Federal

Ed. Venâncio IV, Sala 403, 4° andar - Setor de Diversões Sul - CONIC
Brasília/DF - CEP: 70300-000
Telefone: (61) 3034-8685
recp.saepdf@gmail.com